quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Tô voltando!!!

Oi... toc, toc, toc!!! Tem alguém aí? =D

Visitei hoje meu blog e percebi que minha última postagem foi há mais de um ano atrás. Muitas vezes eu tive vontade de postar alguma coisa, afinal muita coisa mudou de lá pra cá, mas sempre achei que ninguém lia. Mas hoje, sei lá, deu vontade de atualizar, de voltar aos poucos.
Pra início de conversa, perdi 24kg. Isso mesmo. Virei rata de academia. Confesso que agora no fim do ano dei uma deslizada, mas já estou de volta. Eis aí algumas fotos do que realizei durante esse tempo que passei longe.
Demorou, mas aprendi que não se perde peso da noite pro dia. Tudo o que milagroso é enganoso. Perder peso é um processo lento, difícil, mas recompensador. Não há sensação melhor que fazer as pazes com o espelho.
Gostaria de ouvir vocês... como está indo a luta? Saudades de todos os comentários de incentivo que sempre recebia.
















Beijinhos lights a todos e os espero de volta.

Ive.

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Mente vazia...


É engraçado. Você perde peso. Dá um duro danado para perder peso. Come pouco, acorda de madrugada para malhar, gasta dinheiro em suplementos, massagens, personais e etc e tal. Aí, passado alguns meses,  você fica feliz. Percebe que finalmente seus esforços e investimentos estão valendo a pena. Tá, você sabe que ainda não chegou lá, que ainda está no caminho. No caminho certo, mas ainda no caminho. Algumas pessoas lhe felicitam, compartilham da sua alegria, lhe dão força para continuar. Mas a pergunta que não quer calar é: qual o motivo de existirem pessoas que sempre acham que você em algum ponto vai desistir, fracassar? Porque as pessoas simplesmente não podem ficar felizes com seu progresso? E porque, na grande maioria das vezes, essas pessoas fazem parte da sua própria família?
De uns tempos pra cá, estou ouvindo muitas pérolas. Entre elas, "Você emagreceu? Quanto? Nem percebi" ou "Ah, é que ela toma shake, quando parar ela engorda tudo de novo", e tem também aquela "essa já é a décima vez que ela emagrece, vamos ver se dessa vez vai" e a minha preferida: "Emagrecer é fácil, quero ver é manter".
Emagrecer é fácil? Pra quem? Desinchar é fácil, amor. Ficar com o corpo legal leva tempo, paciência e muita força de vontade. Então, vamos dar uma controlada nas línguas, né? Se não formos capazes de atingir as nossas metas, que possamos ser seres humanos melhores para aplaudir aqueles que tentam. E tentar todo mundo pode. Garanto que lhe fará mais bem malhar o corpo que malhar a língua. 

#fica a dica.

Curta a página do Vivendo e Emagrecendo no Facebook!

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Novo início


Olá, pessoas!!! Sei que estou com uma dívida enorme com vocês, queridos leitores. Andei distante, sem tempo de atualizar o blog e até mesmo de moderar os comentários que andei recebendo. Hoje mesmo estou postando e respondendo todos.
 A boa notícia, como vocês podem ver na foto acima, é que estive longe do blog, mas não me afastei da dieta e da malhação. Estou treinando pesado, com o auxílio de uma personal trainer maravilhosa, tomando alguns suplementos (nada de bomba, viu? Apenas BCAA e Whey Protein pós-treino) e me alimentando direitinho, de três em três horas. Não está saindo nada barato, mas esse ano resolvi investir em mim. Também não digo que fui impecável durante todo o ano. Durante as festas de Natal e Reveillón foi tudo muito difícil, e eu andei comendo um pouco mais do que deveria, mas logo voltei à minha rotina. Infelizmente, já iniciei o ano com uma conjuntivite daquelas, e não estou podendo ir treinar por esses dias, mas não fiquei parada. Coloquei pra funcionar meu elíptico que estava parado há um tempinho. 
Ainda não estou no meu peso ideal. Longe disso - tenho 18 quilos a perder, e quero eliminá-los até o final do ano. Já perdi mais de treze quilos, e graças a Deus o meu IMC não está mais acusando sobrepeso, diminuí consideravelmente meu colesterol ruim e meu preparo físico está ótimo. Minhas medidas diminuíram consideravelmente, principalmente cintura e quadril. Estou feliz com o que eu conquistei, mas meu projeto para 2013 está ainda mais ambicioso. Eis a minha lista de metas:

1. Perder mais 18 kg até o final do ano; (uma média de 1,5kg por mês, acho que não será tão difícil)
2. Não faltar aos treinos, salvo motivos de força maior; (já comecei o ano com um motivo de força maior, mas nada de desanimar por isso)
3. Abandonar de vez frituras, doces, refrigerantes e bebidas alcoólicas; (o refrigerante e o álcool eu já abandonei faz muito tempo. Difícil mesmo é abandonar o maldito chocolate, mas esse ano eu chego lá!)
4. Não fugir da dieta nos fins de semana e comer com moderação nas datas e eventos especiais (talvez a meta mais difícil, embora não seja impossível!)
5. Voltar a usar manequim 38. (Tá, o 40 já estava bom).

No mais, prometo atualizar o blog com mais frequência esse ano. Não deixem de comentar, perguntar, criticar, elogiar... enfim, não me abandonem, tá? Beijos e um feliz 2013 a todos!!!

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Ver para crer

Provando (mais ou menos) o que eu falei no post anterior...


Não é de corpo, porque não tirei mais fotos assim, mas prometo uma de corpo até o final da semana. Mesmo assim, dá pra ter uma ideia do quanto a situação estava feia, né? Rosto e braços mais desinchados e bochechas menores... E é apenas o começo!!!

Muitas novidades :-)

Olá, pessoas, como vão? ;-)

Estou sabendo que passei um bom tempo afastada, sem tempo para postar nada direito, mas isso não significa que estava parada, não... ao contrário, estava mais ativa que nunca.

Vamos começar pelo início (rs).  No dia três desse mês de setembro voltei à academia e, para não me desmotivar, fiz logo o plano anual. Estou adorando. Como trabalho três turnos (sim, você não leu errado), o único horário tranquilo que eu tinha para malhar era às cinco da manhã. E quer saber? O primeiro dia dá uma preguiçinha sim, não vou negar. Mas depois se torna viciante. Recomendo totalmente.

Bom, além disso, fiz uma mudança totalmente radical na minha alimentação. Uma grande amiga me iniciou no mundo dos shakes (isso mesmo que você pensou, Herbalife! Logo eu, que era tão radicalmente contra!), e senti que em mim está fazendo uma grande diferença. Claro, os primeiros dias são estranhíssimos, mas logo você se habitua. Descobri os espaços saudáveis onde eu tomo meu shake batido, cada dia de um sabor pra não cair na rotina e batendo papo com minhas amigas. Estou adorando, sem fazer propaganda, viu?

Também passei a tomar chá verde e chá preto duas vezes por dia. às vezes até três. Em relação aos suplementos, continuo com o Linolen, que é um termogênico de óleo de cártamo (não abandono por nada!) e passei a tomar óleo de coco, mas confesso que não senti efeito nenhum. Estou terminado de tomar a primeira caixa e acho que nem vou pra segunda. Decepcionei mesmo.

Aos domingos, que é o dia em que não tomo shake, antes de almoçar tomo quatro cápsulas de Fiber Bond, que é uma espécie de bloqueador de gordura. Excelente também. Aliás, estou maravilhada com tanto produto maravilhoso e com vontade de testar todos, pena que são extremamente caros, o que dificulta um pouquinho as coisas. Mas vale experimentar.

Ah!, não posso esquecer. Desde que comecei na academia, passei a anotar tudo o que como e os meus treinos no meu Diário Boa Forma. Gente, que ferramenta m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a. Lá tem espaço para um plano de 12 semanas, em que você coloca suas metas, suas mudanças, além de seus treinos, alimentação, quantidade de água que bebeu durante o dia, tabela de calorias, espaço para foto de antes e depois... quem ainda não tem, precisa experimentar! É baratinho, e a vantagem é que pode ser utilizado a qualquer época do ano, ao contrário da agenda boa forma.

Muitas mudanças, não é? Pena que essa semana eu fui obrigada a pisar no freio. Na quinta feira passada, caí do salto lá no trabalho e terei que passar dez dias de molho em casa, quase sem poder colocar o pé no chão. Triste, mas é verdade: uma semana longe da academia. Por isso, estou focando na minha alimentação. Comendo menos, de três em três horas, tomando bastante água e chá. Vamos ver na segunda-feira, que é o dia em que me peso, qual foi o resultado dessa semana de prejuízo. Mas na próxima semana estou de volta, sem deixar perder o ritmo e o foco!

Bom, tem a pergunta que não quer calar: e todas essas mudanças estão fazendo alguma diferença? Estão, sim! Embora eu tenha muita vergonha de dizer, há mais ou menos dois meses atrás, quando eu comecei a mudar minha rotina em pequenos passos, estava pesando horrorosos 95kg (juro, gente!), usando calça tamanho 46, extremamente infeliz e sem ânimo para nada. Hoje estou com 84kg (ainda gorda, mas com quase dez quilos a menos), usando tamanho 44 (e já sentindo as calças mais frouxas), mais animada e feliz. Ainda estou longe de chegar lá, mas sei que estou no caminho certo e não faço mais questão de perder dez quilos em uma semana. Estou calma, tranquila e seguindo. Lutar sempre, desistir jamais!!!


Beijos lights a todos.

domingo, 2 de setembro de 2012

Não se preocupe, temos G, viu?

Foi a segunda vez que aconteceu comigo essa semana. Acho que a trigésima ou quadragésima na minha vida inteira. Enfim, eu já deveria ter me acostumado, mas a verdade é que não consigo. A situação é a seguinte. Eu entro em uma loja, às vezes só para dar uma olhadinha, nem estou com intenção de comprar. Eis que se aproxima uma vendedora, com um sorriso no rosto e, sem que eu pergunte nada, me vem com a seguinte pérola: "gostou dessa blusa? Não se preocupe, nós também temos tamanho G, viu?".
Ai, eu fico arrasada. Tudo bem, meu tamanho nem é mais G, eu deveria me irritar com coisas tão pequenas? Não sei. Mas fica a dica pra quem for vendedora: Não sejam indelicadas. Esperem que a gente diga o tamanho de nossas curvas, ao invés de querer adivinhar. Garantia de clientes mais felizes.      Beijos =*

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Dicas úteis (para saber e colocar em prática!)

Sei que muitas vocês já sabem, mas não custa nada relembrar e tentar colocar em prática.
Bom dia! ;-)

1. Evite dietas milagrosas em que há uma grande eliminação de peso em um curto período de tempo.

2. Não faça uma alimentação baseada em um único tipo de alimento ou nutriente.

3. Mesmo tendo exagerado nos dias anteriores, faça, pelo menos, 5 refeições por dia.

4. Pequenos lanches entre as refeições principais irão evitar a vontade de devorar o primeiro prato que encontrar pela frente.

5. Não belisque entre as refeições.

6. Esqueça dos snacks (salgadinhos) e da bolacha recheada.

7. Deixe na gaveta do escritório barrinha de cereais, bolacha integral (ingira, no máximo, 3 unidades).

8. Frutas e iogurtes light são excelentes lanches.

9. Se tiver vontade de comer um doce, coma-o. Mas lembre-se: somente um pedaço ou unidade. Isso é melhor do que devorar uma caixa de bombom no final do dia.

10. Comece sempre a refeição com um caprichado prato de saladas.

11. Evite o uso de óleos para temperar as saladas. Use vinagre ou suco de limão.

12. Macarrão é permitido, mas cuidado com o molho.

13. Molho branco, quatro queijos, bolonhesa são muito mais calóricos quando comparados com o ao sugo. Portanto, não abuse!

14. Não repita a refeição.

15. Evite beber refrigerantes, mesmo os light ou diet.

16. Evite água gaseificada. Bebidas com gás dilatam o estômago dando uma falsa sensação de saciedade.

17. Bebidas isotônicas devem ser evitadas. São calóricas e, para não atletas, a água ainda é o melhor hidratante.

18. Prefira sucos naturais.

19. Utilize adoçante nos sucos e no cafezinho.

20. Beba, no máximo, 4 xícaras pequenas de café por dia.

21. Ingira bastante água durante o dia. No mínimo, 1,5 litro ou 8 copos.

22. Leve sempre uma barrinha de cereais na bolsa. Quando bater aquela vontade de comer alguma coisa, você já sabe a que recorrer.

23. Ingira legumes todos os dias.

24. Coma pelo menos 2 frutas diariamente.

25. Prefira ameixa, melancia, melão, morango que são menos calóricas.

26. Cuidado com as frutas secas. Por serem desidratadas é fácil ingerir mais calorias com as naturais.

27. Ingira carnes menos calóricas como peixe, frango (peito), peru, patinho, contrafilé.

28. Cuidado com o salmão. Ele apresenta mais calorias do que outros peixes.

29. Retire a pele das aves. Ela contém basicamente gordura.

30. Evite atum e sardinha conservados em óleo. Já existe a versão light.

31. Miúdos e vísceras são ricos em gorduras saturadas. Então, minimize o consumo desses alimentos.

32. Retire a gordura visível das carnes, como por exemplo, a da picanha.

33. Evite alimentos fritos. Dê preferência aos grelhados ou cozidos.

34. Embutidos (mortadela, presunto, salame) devem ser evitados.

35. Enlatados são ricos em sódio; por isso, prefira os alimentos naturais.

36. Manteiga, creme de leite, chantilly e massas são ricos em calorias e colesterol. Evite-os.

37. Queijos amarelos (mussarela, provolone, prato, parmesão) devem ser evitados.

38. Dê preferência aos queijos brancos como o de minas, frescal, ricota e cottage.

39. Evite as preparações gratinadas.

40. Dê preferência aos alimentos desnatados como leite e iogurtes.

41. Se não tem boa aceitação ao leite desnatado, fique com o semidesnatado.

42. Evite chocolates, inclusive o diet.

43. Ingira alimentos ricos em fibras como legumes, verduras e frutas.

44. Consuma maçã, pera, uva, com a casca.

45. Pizzas: prefira as menos calóricas, como de escarola, rúcula, mussarela. Mas fique somente na primeira fatia.

46. Tomate seco, por ser conservado em óleo, deve ser evitado.

47. Bebidas alcoólicas são calóricas. Consuma esporadicamente e em pequena quantidade.

48. Uma taça de vinho diariamente faz bem para a saúde. Mas nada adiantará se não tem o hábito da boa alimentação e é sedentário.

49. Em barzinhos evite os petiscos como amendoim, batata frita, castanha de caju, carne seca ou salgadinhos.

50. Evite os fast-food. Os alimentos servidos são normalmente ricos em gorduras.

51. Se não tiver saída, prefira uma unidade de cheeseburguer, refrigerante light e batata frita pequena. Dispense a sobremesa.

52. Em restaurantes por quilo, passe primeiro por todas as opções antes de escolher os alimentos. Isso evitará exageros.

53. Para a sobremesa, prefira frutas da época.

54. Evite sorvetes de massa. Opte pelo picolé de fruta.

55. Em sorveteria por quilo, prefira os sorvetes de frutas. Passe reto pelas coberturas e chantilly.

56. Nunca vá ao supermercado com fome. Vá sempre após uma refeição. Isso evitará pegar balas, chocolates e salgadinhos.

57. Não compre alimentos que devem ser evitados.

58. Compare os rótulos dos alimentos e verifique se os light e diet são menos calóricos. Nem sempre isso é verdade.

59. Nunca acumule a fome. Por isso deixe na geladeira legumes picados (cenoura, pepino, salsão) e gelatina diet. Eles não prejudicarão o seu emagrecimento.

E, por fim, vale essa dica:

60. Movimente-se!! Você não precisa ir à academia! Caminhar 3 vezes por semana pelo bairro, por 40 minutos cada sessão, irá ajudá-lo a ter mais saúde!


Siga a página Dieta e treino no facebook.

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Férias

Gente, é o seguinte: estou de férias. Merecidas férias, diga-se de passagem. Atualmente, trabalho três turnos, saio de casa às sete da manhã e retorno às dez da noite. Tudo bem. Foi a rotina que eu escolhi pra mim. Só estou tentando explicar o motivo de ter abandonado o blog às traças e de não ter aparecido por aqui nem no início das férias. Eu tratei de curtir, sair, me esbaldar. Só agora estou colocando minha vida em ordem e colocando em dia os atrasados. Inclusive responder e publicar os trocentos comentários que recebo todo dia aqui no blog. Adoro!
Bom, no mais, não vou dar uma de falsa moralista e dizer que ando i-m-p-e-c-á-v-e-l durante essas férias. Minha amiga Cláudia até tem tentado me ajudar, é verdade, mas a cada dia eu me convenço mais que, durante as férias, você tem dois caminhos a seguir: ser feliz ou fazer dieta. Os dois juntos não dá. E por enquanto eu estou escolhendo o primeiro caminho. Tá, eu sei, eu vou me arrepender e blá blá blá. Mas acho que nem seria minha vida se eu não fizesse merda e me arrependesse depois (meu primeiro palavrão no blog? Ops! Foi mal).
Mas eu tô tranquila. Acredito que tudo tem seu tempo, sua hora e seu lugar. Emagrecer está meio difícil, eu  passo uma fome miserável e acabo emagrecendo alguns poucos gramas, mas tô levando tudo numa boa. Sei  que mais hora menos hora vai dar certo, mas não vou deixar de viver enquanto espero isso acontecer, não! E recomendo a todas que façam o mesmo. Beijinhos com sabor de tô de volta.

terça-feira, 3 de abril de 2012

Avisos

Oi, gente!


Ando numa correria enorme, maior que nunca. E minha saúde não está lá essas coisas (pra variar). Então, esse é a razão do meu sumiço. Mas hoje resolvi passar por aqui por dois motivos.



O primeiro era responder a enorme quantidade de mensagens que recebo. Respondo com muito carinho e satisfação por tantas pessoas que confiam em meus bons conselhos. De fato, não quero o mal de ninguém e desejo que todas vocês sejam tão bem sucedidas quanto eu.



A segunda é avisar que estou pensando seriamente em bloquear os comentários anônimos. Recebo muitas mensagens de carinho, muitas dúvidas e até críticas construtivas que adoro, publico e respondo. Mas estou recebendo muitos comentários desnecessários. Meu recado é simples - não gosta de meu blog, não gosta do que eu escrevo, não gosta de mim? Não leia. Procure algo melhor pra fazer, uma lavagem de roupa, talvez. É cansativo, eu sei, mas é bem melhor do que julgar e até agredir verbalmente uma pessoa que não está fazendo nada contra você, apenas está lá, compartilhando seus sucessos e fracassos com pessoas que têm os mesmos problemas. Acho triste que exista gente que não consegue se tornar um ser humano melhor - tanto por dentro como por fora - e que ainda critica os que tentam. O que eu posto ou deixo de postar, é problema meu. Incomodou? É só você cair fora, procurar outro blog que te interesse. Ouvi dizer que tem uns psiquiatras maravilhosos que postam em seus blogs bastante posts de autoajuda. Quem sabe você não se encontra por lá?


Ah, e nem adianta mandar comentário maldoso pra esse post. Porque eu só vou ler, rir da sua cara, apagar e continuar com minha vida. Não se dê ao trabalho.

Aos meus leitores queridos, beijos carinhosos!

terça-feira, 13 de março de 2012

Carta de Despedida

Meu querido;

Nunca pensei que chegaria este dia, mas já é hora de dizer adeus. Foram muitos anos de relacionamento, de indas e vindas, de alegrias e tristezas, de bons e de maus momentos. Você foi por muitas vezes o meu porto seguro e meu ombro amigo. Ninguém me consola e me faz feliz como você. Tudo parece mais alegre quando você está comigo e, quando não está, o mundo fica cinza, sem graça. 
Aos poucos, quase sem perceber, tornei-me dependente de você, ao ponto de não ser feliz quando não estamos juntos. E nas minhas TPM's? Quem me entendia melhor que você? Ninguém, nunca. Chegávamos a ficar juntos, por dias, sem deixar que os outros interferissem na nossa relação. Todos me diziam que você não me fazia bem, mas o que fazer, se a vida sem você parecia chata, como se faltasse algo?
E aí, você foi me mostrando seu lado obscuro - fazendo com que eu ficasse triste, presa em casa, com a auto-estima em baixa. Você sabe muito bem ser cruel. Deixei de usar as roupas que mais gostava por você. Deixei de frequentar festas e a casa dos meus amigos por você. Deixei de frequentar alguns eventos de trabalho, alguns dias de faculdade, ficando em casa sozinha, tudo isso por você. 
Mas isso acaba hoje. Chega de me lamentar, chega de sofrer por sua causa. Chega de não usar mais as roupas que eu quero e de não frequentar os lugares que gosto. Você não controla mais a minha vida de agora em diante. Tudo está terminado entre nós.

Então, meu caro e doce chocolate. Este é o fim. Talvez ainda possamos nos ver uma ou outra vez por mês, mas nunca  mais será como antes. E não, não nos veremos nessa Páscoa.

De sua ex-amante,

Ive Carvalho.