sexta-feira, 26 de março de 2010

Café: vilão ou mocinho?

Não sei quanto a vocês, mas eu amo café. Nada melhor do que acordar numa manhã de clima frio e tomar aquele café quentinho e se sentir aquecida. Sou filha de uma amante do café inveterada. Minha mãe chega a beber mais de sete xícaras por dia. Achando que tal hábito poderia prejudicá-la, cheguei a repreendê-la várias vezes, e a colocar a culpa de algumas de suas doenças no excesso de café. Mas eis que, ao ler uma matéria na revista Reader's Digest, descubro que mamãe está certíssima.

Acontece que os cientistas descobriram que o café, tido como vilão por muitos, pode ser uma boa proteção contra o câncer. Um estudo feito com 60 mil mulheres mostrou que as que tomam 4 ou mais xícaras de café por dia reduziram em 25% o risco de câncer endometrial, se comparadas às que tomaram apenas uma xícara ou menos.

Os homens também não ficam de fora. Uma outra pesquisa indica que os que bebem seis ou mais xícaras de café por dia diminuem em 60% o risco de desenvolver câncer de próstata, comparados aos homens que não bebem nenhuma.

Parece bom? Pois ainda tem mais. O cientista Tomas De Paulis, da norte-americana Vanderbilt University Institut for Coffee Studie, descobriu através de suas pesquisas que o café pode ajudar nos quadros de depressão. Segundo ele, crianças que tomam café ao menos uma vez ao dia têm menos chances de desenvolver a doença do que as que não tomam a bebida.

E não para por aí. O café também reduz o colesterol, auxilia no combate às doenças do coração, proporciona efeitos antidepressivos, reduz o risco de Mal de Parkinson, protege contra diabetes tipo 2, desenvolve ação antioxidante e auxilia no emagrecimento.

Então, está esperando o que para tomar seu cafezinho hoje?


Quer saber mais sobre o assunto? Clica aqui.

Para conhecer a revista Reader's Digest, clica aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comenta aí!