quinta-feira, 15 de abril de 2010

Dicas para tornar a dieta mais fácil

Você sabe o que significa a sigla SDD? É a famosa Síndrome do Desânimo na Dieta. Todas nós já a sentimos na pele, até mesmo quem já perdeu todos aqueles quilinhos indesejados. Os sintomas mais comuns dessa síndrome são a aversão aos alimentos lights e saudáveis, água na boca ao lembrar do chocolate ou pão de queijo e tremedeira na frente da confeitaria ou do restaurante self service.
Às vezes, a tentação é tão grande que dá vontade de dormir na hora do almoço para resistir às delícias ou deixar de sair para não se deparar com situações delicadas. Mas não se desespere! Divido agora com vocês  algumas dicas para facilitar nossa vidas nesses momentos de crise.



1. Monte diariamente seu cardápio padrão - os cardápios servem como referência para o que pode e o que não pode ser ingerido. Conhecendo bem as refeições e os alimentos que as compõem, fica fácil fazer a escolha, mesmo que, em determinado dia, não seja possível seguir religiosamente o que for determinado.

2. Troque o proibido pelo permitido - faça pequenos lanches entre as refeições principais, mas troque o chocolate por uma opção mais saudável, como uma fruta, por exemplo.

3. Faça compras saudáveis - faça uma lista antes de ir ao supermercado. Dessa forma, você evita de comprar alimentos denecessários, como doces e salgadinhos. Além disso, lembre-se de se alimentar bem antes de ir às compras, para não se sentir tentada com as guloseimas.

4. Não procure motivos para desistir - escorregou na dieta? Não tem problema. Bola para frente. Nada de usar o escorregão como desculpa para abandonar de vez a dieta. Também não deixe para recomeçar apenas na segunda feira. Controle a alimentação no mesmo dia, se possível.

5. Frequente lugares amigos da dieta - selecionar lugares que oferecem alimentos mais saudáveis é fundamental para manter-se firme na dieta. Controle-se frente às tentações. 

6. Organize sua geladeira e despensa - deixar à vista alimentos calóricos e deliciosos é uma isca para sair da dieta quando a fome, a ansiedade e o nervosismo aparecem. Mantenha sempre sua geladeira e despensa o mais saudável possível.

7- Converse com seus amigos: conte a eles sobre a sua nova decisão de emagrecer. Mostre a importância que isso tem para você. Assim, quando forem sair ou se encontrar, será mais fácil deles entenderem e optarem por um barzinho ou restaurante que você indicar. Fazer dieta não é sinônimo de exclusão social. Mas é preciso ter ajuda e entendimento para que possa manter-se firme no que é proposto. E, é claro, mostre a eles que você está determinado a alcançar o seu objetivo.

8- Busque se informar: quanto mais você ler sobre alimentação saudável, a importância e os benefícios que ela traz para o corpo, mais fácil será manter-se firme na dieta para atingir o peso desejado. E perceberá que, apesar do fator estético ser a principal causa citada por quem quer emagrecer, a boa saúde e a melhor qualidade de vida são objetivos muito maiores- e mais importantes - de serem alcançados.

9- Estipule diversas metas: durante o processo de emagrecimento é importante colocar pequenas metas . Se o objetivo é emagrecer 20 quilos, comece estipulando a eliminação de 5 quilos. Conforme for avançando, perceberá que é possível atingir a meta final, além de se estimular a cada pequeno objetivo alcançado.

10- Mude o foco: quando a vontade de comer aquele doce ou de atacar a geladeira não sai da cabeça, é hora de mudar o foco. Desvie a atenção da comida. Faça alguma outra atividade. Leia um livro, assista a um filme ou programa, faça caminhadas, arrume a casa, o escritório ou faça uma faxina na sua caixa de emails. Dessa maneira, ocupará a mente e, quando perceber, estará na hora de fazer a próxima refeição.

Um comentário:

  1. muito boas essas dicas, algumas coisas eu ja tinha feito de tanto pesquisar e outras decidi fazer por conta propria, mas me acrescentou bastante coisas, vivendo e aprendendo ne! beijao marian

    ResponderExcluir

Comenta aí!