domingo, 28 de novembro de 2010

Promoção das vencedoras!

Oi, gente! Tive uma ideia brilhante aqui pro blog. Quero falar sobre vitórias e deixar os fracassos escondidinhos, lá no passado. Então, pra nos incentivar e dar motivação, quero grandes exemplos de força e superação. Se você já venceu essa árdua batalha que estamos enfrentando, separa suas fotos de antes e depois, junto com um breve depoimento e manda tudo para o email mariandecarvalho@hotmail.com. As melhores histórias vão ser publicadas aqui no blog e, de quebra, vão ganhar um singelo brinde. E aí, estão esperando o que para me escrever? Fala que eu te escuto - e te publico!!!

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Pernas, pra que te quero?


Eu sou uma pessoa saudosista. Sinto muita falta de coisas e pessoas que já se foram, acho que não se fazem mais músicas como antigamente e que a melhor época da minha vida foram os anos 80 e 90. Ainda assisto desenhos animados antigos, filmes em preto e branco, o Chaves e o Chapolin. Lembro do meu pai e ainda choro, e muito. É, eu sinto saudade de muitas coisas. Não que eu seja presa ao passado; eu só acho que eu deveria tê-lo aproveitado mais. 
Mas porque eu estou levantando essa questão? O que isso tem a ver com a foto que ilustra o post? Bem, a questão é a seguinte: só hoje eu percebi o quanto eu sinto falta das minhas antigas pernas. Não que eu as tenha perdido -  Deus me livre! - mas elas já foram melhores. Todo esse processo de engorda-emagrece-engorda, mais alguns probleminhas de pele, me trouxeram algumas marcas, das quais eu provavelmente não vou mais conseguir me livrar. 
Cheguei a essa conclusão depois de achar essa foto aí de cima perdida em meio a meus arquivos antigos. Essa é a prova do quanto eu amava as minhas pernas - até fotos delas eu batia (que mico, eu sei. Eu era jovem, tinha belas pernas, mas era estúpida). Enfim, hoje eu divaguei tanto a esse respeito, que resolvi fazer esse post. Quem sabe tem alguém por aí, como eu, sentindo saudade....

E você? Sente falta de quê?

Ganhei selinhos!

Olá! Estou feliz porque ganhei mais dois selinhos da Fran, do blog Emagrecendo, Vivendo! (http://emagrecendovivendo.blogspot.com/). Ei-los:



De acordo com as regras (!), preciso responder a essas perguntinhas:

1. BARZINHO OU BALADA? - Nem um, nem outro. Sou caseira.
2. BEIJO NA BOCA OU ABRAÇO? - Com a pessoa certa, ambos.
3. CAFÉ OU COCA COLA? - Café, obrigada. Com adoçante!
4. LIMONADA OU CAIPIRINHA? - Em casa, limonada. 
5. SALTO ALTO OU RASTEIRINHA? -Cada um tem seu momento ideal.
6. BATOM OU RIMEL? - Não vivo sem batom.
7. FRANGO OU PEIXE? - Peixe!
8. SAIA OU CALÇA JEANS? -Não dispenso uma calça jeans.
9. CINEMA OU TV? Cinema.
10. MENINA OU MULHER? - Menina, pra sempre.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Vitória!

Dizem que é importante comemorar as pequenas vitórias, não é mesmo? Pois eu estou aqui para comemorar a minha: depois de um fim de semana chutando o pau da barraca, eu comecei minha semana de maneira impecável. Nem uma escapulidinha sequer, e olha que as tentações são grandes, principalmente no trabalho. Estou feliz, pois quem sabe não era esse o incentivo que me faltava? Quando a gente sucumbe as tentações, se sente desmotivada, mas quando a gente resiste, sente-se forte e confiante! É isso aí meninas, agora vai, tem de ir!!! Beijos!

domingo, 21 de novembro de 2010

Chutei o balde


Antes de qualquer coisa, preciso dizer que a culpa não foi minha. Tá, foi sim, mas eu fui influenciada. Acontece que no sábado meu marido me levou para uma padaria cheia de guloseimas para tomar café da manhã e... bem, nem preciso terminar a história, vocês já passaram por isso e sabem bem como é que é. Enfim, já aconteceu, não tenho como voltar no tempo, só preciso correr atrás do prejuízo - literalmente. Não vejo a hora desse vai-e-vem acabar e a coisa engrenar de vez. Percebi que o que estou precisando é pegar gosto, ver alguma mudança que me faça querer sentir adiante (querer é sempre melhor que precisar). Quem sabe não é dessa vez?            Segunda feira está aí, batendo na nossa porta. Vamos recebê-la com muita força de vontade e esperança? Eu sei que eu vou! 

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Quer ser feliz?...

...Então siga essas dicas valiosas.

Acho a maior graça. Tomate previne isso,cebola previne aquilo, chocolate faz bem, chocolate faz mal, um cálice diário de vinho não tem problema, qualquer gole de álcool é nocivo, tome água em abundância, mas não exagere...

Diante desta profusão de descobertas, acho mais seguro não mudar de hábitos.

Sei direitinho o que faz bem e o que faz mal pra minha saúde.

Prazer faz muito bem.
Dormir me deixa 0 km.
Ler um bom livro faz-me sentir novo em folha.
Viajar me deixa tenso antes de embarcar, mas depois rejuvenesço uns cinco anos.
Viagens aéreas não me incham as pernas; incham-me o cérebro, volto cheio de idéias.
Brigar me provoca arritmia cardíaca.
Ver pessoas tendo acessos de estupidez me
embrulha o estômago.
Testemunhar gente jogando lata de cerveja pela janela do carro me faz perder toda a fé no ser humano.
E telejornais... os médicos deveriam proibir - como doem!
Caminhar faz bem, dançar faz bem, ficar em silêncio quando uma discussão está pegando fogo,
faz muito bem! Você exercita o autocontrole e ainda acorda no outro dia sem se sentir arrependido de nada.
Acordar de manhã arrependido do que disse ou do que fez ontem à noite é prejudicial à saúde!
E passar o resto do dia sem coragem para pedir
desculpas, pior ainda!
Não pedir perdão pelas nossas mancadas dá câncer, não há tomate ou mussarela que previna.
Ir ao cinema, conseguir um lugar central nas fileiras do fundo, não ter ninguém atrapalhando sua visão, nenhum celular tocando e o filme ser espetacular, uau!
Cinema é melhor pra saúde do que pipoca!
Conversa é melhor do que piada.
Exercício é melhor do que cirurgia.
Humor é melhor do que rancor.
Amigos são melhores do que gente influente.
Economia é melhor do que dívida.
Pergunta é melhor do que dúvida.
Sonhar é melhor do que nada!

Martha Medeiros

Martha Medeiros

Vocês me dão uma licencinha poética? Pois me deu uma vontade danada de postar esse texto maravilhoso, super-a-minha-cara:



Pode invadir ou chegar com delicadeza, mas não tão devagar que me faça dormir. Não grite comigo, tenho o péssimo hábito de revidar. Acordo pela manhã com ótimo humor mas ... permita que eu escove os dentes primeiro. Toque muito em mim, principalmente nos cabelos e minta sobre minha nocauteante beleza. Tenho vida própria, me faça sentir saudades, conte algumas coisas que me façam rir, mas não conte piadas e nem seja preconceituoso, não perca tempo, cultivando este tipo de herança de seus pais. Viaje antes de me conhecer, sofra antes de mim para reconhecer-me um porto, um albergue da juventude. Eu saio em conta, você não gastará muito comigo. Acredite nas verdades que digo e também nas mentiras, elas serão raras e sempre por uma boa causa. Respeite meu choro, me deixe sózinha, só volte quando eu chamar e, não me obedeça sempre que eu também gosto de ser contrariada. ( Então fique comigo quando eu chorar, combinado?). Seja mais forte que eu e menos altruísta! Não se vista tão bem... gosto de camisa para fora da calça, gosto de braços, gosto de pernas e muito de pescoço. Reverenciarei tudo em você que estiver a meu gosto: boca, cabelos, os pelos do peito e um joelho esfolado, você tem que se esfolar as vezes, mesmo na sua idade. Leia, escolha seus próprios livros, releia-os. Odeie a vida doméstica e os agitos noturnos. Seja um pouco caseiro e um pouco da vida, não de boate que isto é coisa de gente triste. Não seja escravo da televisão, nem xiita contra. Nem escravo meu, nem filho meu, nem meu pai. Escolha um papel para você que ainda não tenha sido preenchido e o invente muitas vezes.

Me enlouqueça uma vez por mês mas, me faça uma louca boa, uma louca que ache graça em tudo que rime com louca: loba, boba, rouca, boca ... Goste de música e de sexo. goste de um esporte não muito banal. Não invente de querer muitos filhos, me carregar pra a missa, apresentar sua familia... isso a gente vê depois ... se calhar ... Deixa eu dirigir o seu carro, que você adora. Quero ver você nervoso, inquieto, olhe para outras mulheres, tenha amigos e digam muitas bobagens juntos. Não me conte seus segredos ... me faça massagem nas costas. Não fume, beba, chore, eleja algumas contravenções. Me rapte! Se nada disso funcionar ... experimente me amar!"
Martha Medeiros

Update



Ok, essa semana eu tomei coragem e me pesei. O resultado está aí do lado... 85kg. Quase não acreditei. O pior é que eu deveria estar pesando bem mais, pois estou fazendo dieta desde segunda feira e de lá pra cá já devo ter perdido algumas gramas. 

Achei inadmissível. Estar com 85 quilos e não sentir vontade de dar a volta por cima? Alguma coisa certamente está errada comigo. Sei que ultimamente ando vivendo sob muito stress, muita coisa nova acontecendo ao mesmo tempo, mas isso não pode ser usado como desculpa pro resto da minha vida. Sou mulher, e por isso, tenho quase que a obrigação de me cuidar (é, eu sei, parece um comentário machista, mas vai dizer que não é verdade?). A verdade, embora eu não goste de admiti-la, é que eu me entreguei. Sei que já falei isso aqui no blog, mas não custa repetir pra ver se eu me conscientizo de vez. 

A sensação de olhar seu guarda roupa e praticamente não ter nada o que usar é horrível. O pior é que deveria servir de incentivo pra mudar, mas não serve - ficamos tristes, consequentemente, comemos ainda mais. Esse é o círculo vicioso do qual estou tentando sair, quase como a questão de quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha: estou triste porque estou gorda, estou gorda porque estou triste.


À todas aquelas que se encontram na mesma situação em que eu estou agora, um conselho: não desista nunca! Experimente não esperar pela segunda feira, comece uma dieta hoje mesmo! Não desanime com as tentativas frustradas, uma delas pode ser a vitoriosa. E nunca, nunca, nunca diga eu não consigo. Na batalha contra o excesso de peso, seu único inimigo é você mesmo, por isso esteja sempre ao seu lado, incentive-se, anime-se, ame-se.

Ps: Entenderam a piada da figura do post? ;)

Descubra sua verdadeira idade


Que o nosso estilo de vida e a alimentação fazem muita diferença em nossa saúde, você já sabe. Mas e a sua idade interior, você sabe? Achei esse site super legal, onde você pode descobrir se  você é na verdade mais velho ou mais novo do que acusa seu RG. Bastam algumas informações e pronto! O resultado sai rapidinho. Quanto ao meu resultado, eu ia divulgar, mas... foi horrível e eu preferi deixar pra lá :)

Para acessar o Idade Interior, clique aqui.

terça-feira, 16 de novembro de 2010



Estou me sentindo uma vaca, gente, juro. Sei que não é a melhor coisa do mundo para se dizer, mas é a mais pura verdade. Hoje eu ia postar meu peso e tudo o mais, mas minha balança está sem bateria. Ou eu quebrei subindo nela - sei lá. Enfim, fica para amanhã. A boa notícia é que por hoje me mantive firme e forte. Está mais difícil do que nunca. Afinal, é muito tempo de alimentação totalmente desregrada. Torçam por mim! Hasta luego!

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Cansaço


Lembro de já ter lido em vários lugares que o excesso de peso nos deixa cansados, sem energia e sonolentos. Sempre pensei que fosse bobagem, mas estou sentindo na pele o quanto é verdade. Acordo todos os dias às 5 e meia da manhã e, mesmo dormindo cedo, me sinto cansada durante todo o dia. Bocejo, me espreguiço, é um horror. Quando não tenho trabalho à tarde, não penso duas vezes - vou cochilar. E, para acordar, é difícil; cansei de dormir a tarde inteira e acordar quase na hora de dormir de novo. 

Não há explicações plausíveis para eu me sentir assim, a não ser o maldito excesso de peso. Estou tentando melhorar, procurando uma academia decente para fazer logo após o trabalho. Quem sabe se eu começar a ocupar o meu dia com outras atividades, não sinta tanta vontade de cochilar e, consequentemente, tenha um dia mais produtivo.