quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

E...,

É gente, parece que o negócio não é brincadeira, não. Hoje eu saí as pressas do trabalho, me sentindo muito, muito mal. Uma dor no peito, falta de ar terrível e uma forte tontura. Vim pra casa, descansei um pouco e, como a falta de ar só aumentava, fui ao hospital. Lá, depois de ser examinada e fazer alguns exames, recebi o dolorido diagnóstico: o sobrepeso e o fator hereditário estão me deixando doente. Minha pressão estava nas alturas e o médico me informou que, se eu não corresse atrás do prejuízo o mais rápido possível, ficaria hipertensa. Fiquei em choque. Surge logo aquela vontade danada de mudar de vida, e a raiva de não ter feito antes, de ter deixado as coisas chegarem a esse ponto. Pior é que eu tenho medo de que não dê mais tempo, mas enfim, vamos tentar. Tudo desfavorece, a época do ano, o estresse e cansaço no trabalho, o marido querendo atenção, mas eu preciso ao menos tentar! Agora é questão (literalmente) de vida ou morte.

3 comentários:

  1. Coora atrás do prejuízo mesmo. Fui internada esta semana e descobri que as doenças por causa da obesidade já me visitaram. Hipertensão, diabetes, problemas de coluna. Chorei muito e ainda estou mal, em tratamento. Pior q quando estamos acima do peso os médicos nem nos olham direito, falam da obesidade e te dão alta. Estou triste, muito triste...

    ResponderExcluir
  2. Amiga, vc vai ficar bem sim!!!
    E pense que agora tem um motivo ainda mais forte para chegar ao seu peso ideal. Veja este momento como uma oportunidade!!!
    Continuo te acompanhando e torcendo muito por vc.
    Bjos, Fran.

    ResponderExcluir
  3. Vc vai ficar bem, o que vc ganhou foi um incentivo a mais pra te ajudar nessa batalha.

    Segue em frente, sacode a poeira, arregace as mangas e bora eliminar esse peso enjoado.

    beijo enorme e se cuida heim

    ResponderExcluir

Comenta aí!