domingo, 29 de maio de 2011

Mais dois quilos se vão...



Hoje estou feliz demais. Mesmo me sentindo meio doente, gripada, com febre e dor de cabeça, consegui perder mais dois quilos essas duas semanas, apesar de não estar praticando exercícios físicos ainda. Estou perdendo a média de um quilo por semana, embora não esteja sendo perfeita. No fim de semana passado, eu fui a um aniversário e comi churrasco e bolo de chocolate, em quantidades pequenas, mas comi. Nessa sexta feira me deu uma vontade danada de comer pizza, então fomos jantar fora e eu me dei a liberdade de comer duas fatias pequenas com suco de laranja - dispensei o refrigerante. Lá no trabalho todo mundo já reparou que perdi peso, minhas roupas estão bem folgadas e algumas que eu não vestia porque não me cabiam passaram a caber. Acredito que meus resultados poderiam estar bem melhores, se eu  conseguisse ser impecável, mas pra mim isso sempre foi meio impossível. 
Faltam poucos dias para o dia dos namorados, e eu queria muito não estar mais com oitenta quilos daqui até lá. Vai ser difícil, mas não impossível. Essa semana, estava conversando com uma amiga minha que está terminando o curso de psicologia e disse a ela que o maior desafio de se fazer dieta era continuar indo a eventos, como aniversários, confraternizações em churrascarias, jantares com o marido, e conseguir dizer não. A gente se sente constrangida em se negar a comer e tem gente que fica insistindo, dizendo que vai ser uma desfeita ou coisa assim. Minha amiga então me disse que essa história é balela. Nós não temos vergonha de nos negar a comer pois, se fosse alguma coisa que a gente realmente não gostasse, não comeríamos. A dica então é encarar os alimentos "proibidos" igual aos que  gente detesta. Assim fica mais fácil dizer não. Anotaram a dica? Beijo grande e boa semana!

quinta-feira, 19 de maio de 2011

É possível emagrecer comendo doce?


Ao que tudo indica, sim. Saiba que não é preciso eliminar de vez o doce de sua vida para eliminar peso e conquistar o seu objetivo; o segredo como sempre, é o equilíbrio e a escolha por doces menos calóricos.

Pensando nessa difícil escolha,eis duas tabelas: uma que vai te ajudar a identificar os doces que podem "arruinar" a sua dieta se consumidos com freqüência, e outra com os doces menos calóricos e que podem ser consumidos quando bater aquela vontade. Claro que mesmo esses doces não devem ser consumidos em grande quantidade.

Esses são os doces que você deve evitar ao máximo:
É possível emagrecer mesmo comendo doce

Esses são os doces que você pode comer quando bater a vontade:
É possível emagrecer mesmo comendo doce 
Ps: Não sei quanto a vocês, mas o meu caso está difícil. Só gosto dos doces proibidos, os liberados eu dispenso. Então, sendo assim, melhor mesmo é ficar sem o doce...
Retirado do Cyberdiet.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Antes de depois - parte I



Oi, gente!!!

Apesar de todo mundo estar meio sumido do meu blog (fora a Fran, que está sempre aqui - beijo!), fiquei tãããããão feliz com os quilinhos que eu já perdi, que resolvi postar essa comparação. A primeira foto é do começo do mês, quando eu já estava fazendo dieta, mas sem me pesar. A outra foto é dessa domingo, dia 15 de maio, quando eu pesei 84,1kg. Acredito que nessa primeira foto eu deveria estar com uns 88kg, que foi o que eu pesei da última vez que eu subi na balança. Mas, se Deus quiser, esse peso nunca mais! Dica de ouro, meninas: desde a semana passada estou tomando chá de amora, que é delicioso e ainda ajuda a regular o intestino, desinchar e dá uma sensação de saciedade. Beijos e até a próxima!

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Dia da pesagem!


Olá, queridos(as)! Como estão? Hoje foi dia de pesagem e foi com muita felicidade que eu dei adeus a um quilinho... sei que parece pouco mas para mim foi uma conquista e tanto! Estou com 84,1kg, nem sei como, já que no fim de semana foi quase impossível não se render às tentações... almoço no shopping, jantar na lanchonete... socorro! Mas acabou dando (quase) tudo certo. Tentei comer o mínimo possível, embora eu não tenha sido perfeita, pois acabei comendo doce e um pouquinho de farofa, que é minha verdadeira perdição. Mas é devagar que se vai ao longe. Estou aqui, tentando um dia por vez, não desistindo jamais e quem sabe, um dia eu chego lá. Beijocas lights a todas.

terça-feira, 10 de maio de 2011

E a vida continua...

...e a luta também. No domingo eu comprei minha balança nova e já na segunda feira me pesei. Ela acusou 85,1kg, o que me surpreendeu bastante, porque eu pensava que estava pesando muito mais. Não fotografei porque esqueci minha máquina lá na escola, mas na próxima pesagem eu prometo registro fotográfico. 
Estou animada como nunca mais tinha me sentido. Sinto  mais facilidade para acordar cedo, não estou sonolenta nem cansada como nos outros dias. Acredito que a falta de fé das pessoas em mim tem me impulsionado a continuar.
Hoje eu começo a fazer exercícios, devagarzinho, porque estou sedentária há algum tempo. Comecei desde a semana passada a dar umas voltinhas pelo quarteirão com o meu cachorro, era o único exercício que eu vinha fazendo, mas já é alguma coisa.
Seguindo a excelente dica da Vivian, do Banana e Canela, coloquei meu contador no começo da minha página, ao invés de lá embaixo. Assim, toda vez que eu entrar, vou olhar para ele e ver o meu progresso. Na verdade e eu o coloquei  no final da página justamente para não ver que há meses ele não se mexe.
Não sei quanto a vocês, mas quando eu faço uma dieta e começo a ver os resultados, eu me empolgo. Domingo minha mãe foi comprar umas roupas e eu bati o olho num vestido bandage preto, lindíssimo, da linha da Christina Aguilera, lá na C&A. Aí eu pensei... porque esperar emagrecer para comprar? Fui lá, experimentei, gostei, comprei. E vou usar, ficou lindo em mim, juro!
Gente, a hora é essa. Em julho tenho meu aniversário de casamento, em setembro eu vou ao Rio de Janeiro. Preciso muito seguir firme e forte até lá, não pisar na bola nem uma vezinha mais. A hora de fazer besteiras já passou. E aí, quem tá comigo?

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Feliz dia das mães (atrasado)

Olá, queridas mamães, presentes ou futuras. Estou aqui para desejar um feliz dia das mães, embora que atrasado, mas enfim, todo dia é o dia de vocês. Em justificativa do atraso, ontem eu passei o dia inteiro mimando a minha mãe, pois eu não tenho mais o dia dos pais, então o meu feriado vale por dois. Além disso, ontem eu soube que perdi a minha avó, que faleceu ontem a noite, no dia das mães. E, embora nós tivéssemos nossas desavenças, ela foi minha mãe também. Ajudou a cuidar de mim quando eu era pequena e minha mãe ainda era inexperiente. No final do ano eu a visitei e a vi pela última vez, sabendo que seria a última. Nos abraçamos, nos perdoamos e nos despedimos. Nós nos amávamos, talvez não da forma que deveria ser, por sermos muito parecidas, mas com certeza nos amávamos. E é disso que meu coração está cheio agora: de amor e perdão. Por isso, crianças, não esperem os 45 minutos do segundo tempo para resolver certas pendências - às vezes, o grande Juiz apita o jogo mais cedo que a gente imagina.

Um grande beijo, vovó, vai com Deus. Manda lembranças pro papai e pro vovô, E que a senhora encontre lá a paz que não encontrava aqui. 

domingo, 8 de maio de 2011

Conselho de irmão


Vocês já pararam para pensar no quanto um conselho de uma pessoa querida mexe com a gente? Essa semana eu recebi um e-mail do meu irmão mais velho, a quem eu respeito e admiro muito,  que mexeu muito não só comigo, mas com a minha família inteira. Fez a gente parar, refletir sobre a nossa vida e nossas escolhas. Para mim, só fez com que eu levasse ainda mais a sério a escolha que fiz pra mim. Eis o e-mail, e espero que ele não se importe de eu torná-lo público. Mas os bons conselhos, ao meu ver, devem ser repassados a todos que amamos.

Meus queridos irmãos,

     Ando meio preocupado com o excesso de peso de nossa família, principalmente nós, os filhos do seu José Wilson e netos do seu Anselmo. Os dois tiveram diabetes e as suas terríveis consequências, o que nos torna herdeiros em alto grau dessa doença. O fato de ainda sermos "novos" nos dá a falsa impressão de sermos invencíveis, ou ainda, que a qualquer momento "eu consigo emagrecer". Vocês sabem o quanto tem sido difícil emagrecer uns míseros 3 quilos, imagina esse tantão de peso que temos de emagracer. 
     A hora é agora! Temos de nos cuidar, ver nossos filhos terem filhos. Tenho orado muito por todos nós, em especial esse assunto: ter domínio próprio. Todos nós temos o Espírito Santo de Deus habitando em nós. É nossa obrigação moral termos controle sobre nosso apetite. Precisamos de domínio próprio diante de um prato de comida inadequado, dos doces e salgadinhos, de bebidas em excesso e diante de todo esse monte de bobagens que comemos, ou melhor, que comíamos.
     Espero que entendam minha preocupação e que não fique nenhum mal entendido sobre isso. Não é uma crítica a ninguém em especial,  mas é que sei  que EU e VOCÊS temos tentado emagrecer e TODOS queremos levar uma vida com maior qualidade. Vou fazer um exame de sangue e estou com medo do resultado. Queira Deus que eu não esteja diabético. O mesmo desejo para vcs.
     Segue vídeo do programa do Dr. Drauzio para verem como essa doença é traiçoeira: 

     DICA DE OURO: Vigilantes do Peso. Tem me ajudado a ter educação diante da comida.
     DICA DE AMOR: Busquem na palavra de Deus o estilo de vida que Ele espera de nós.

Amo vcs.
Deus os abençoe.
Tchello.

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Qual é o seu problema, hein?


Hoje eu comentei com uma amiga (amiga?) que comecei uma dieta nessa segunda feira, e que acredito que dessa vez há muitas chances de dar certo. Ela me olhou descrédula, fez uma cara de "ah, tá" e disse que já estava cansada de ouvir esse discurso, porque começar todo mundo já sabia que eu conseguia, o meu problema era terminar e manter o resultado. Eu não respondi, não fiquei com raiva e nem coloquei a menina na minha lista negra. Ao contrário, encarei a crítica como construtiva, mesmo não tendo certeza se esse o caso. E voltei do trabalho para casa refletindo sobre isso. Comecei a pensar no porquê das minhas tentativas de dieta serem sempre frustradas. Cheguei a conclusão que o problema está realmente em mim e que há muito o que mudar. Fiz então uma "pequena lista" de meus problemas e o que pretendo fazer para solucioná-los:

1.Problema: Como eu não sinto muita fome quando acordo, como muito pouco no café da manhã e acabo ficando faminta na hora do almoço, o que me leva a comer mais e a fazer lanchinhos calóricos no trabalho.
Possível solução: Tomar um café reforçado, mesmo não estando com  muita vontade e levar para o trabalho um lanchinho saudável para antes do almoço. (PS - testei hoje e funcionou!)

2. Problema: Sou preguiçosa e acomodada. Detesto academia, morro de vergonha de vestir aquelas roupas de ginástica e acho que todo mundo está reparando no que faço ou deixo de fazer.
Possível solução: Terapia?

3. Problema: Meu marido é gordinho e adora comer. Só saímos para esse propósito. Mudar o estilo de vida dele me parece uma missão quase impossível.
Possível solução: Solicitar umas saídas diferentes, muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuita força de vontade, amor próprio, uma foto minha com 49 quilos dentro da bolsa e a benção de nosso Senhor Jesus.

4. Problema: Eu adoro deixar as coisas para a segunda feira. "Só mais esse fim de semana... na segunda é pra valer!", quem nunca soltou essa frase? Eu já. Umas 500 vezes.
Possível solução: Vergonha na cara. Dose dupla com gelo, por favor.

E você? Qual é o seu problema?

E hoje ainda é quarta...


É difícil acreditar que hoje ainda seja quarta feira, o meio da semana. Eu já fiz tanta coisa, outras muitas já aconteceram, que o meu cansaço está igual ou pior que o da sexta feira. Na faculdade, encontramos uma professora sem-noção, que passa trabalhos demais, sem levar em conta que todos nós trabalhamos e não temos tempo hábil durante a semana. Resultado: quase fiquei louca antes da Semana Santa e não tenho mais fins de semana. Lá no meu trabalho é época de elaboração de provas bimestrais e correções de parciais, daí vocês imaginam a correria. Terminei minhas provas ontem à meia noite, e tive que faltar o trabalho hoje pela manhã para dar conta de terminar os trabalhos da faculdade. A boa notícia é que a dieta está seguido bem, mesmo em meio a tanto estresse e correria. Minha nova meta é estar 10 quilos mais magra até o meu aniversário de casamento, que é em julho. Acredito que seja possível. Já combinei com minha amiga Claudinha que, a partir da segunda feira da próxima semana, vamos sair direto do trabalho para a academia. Amanhã mesmo vamos lá e nos inscrever. Estou adorando o incentivo dela, e é isso mesmo que devemos fazer; nos cercar de gente que quer nos ver bem. Enfim, no mais é isso. Estou tentando segurar a barra da minha auto estima, que anda bem difícil mas, enfim, o segredo para mudar tudo só está em mim mesma. Agora vou indo, corrigir provas e depois tentar dar uma hidratada no cabelo antes de ir trabalhar a tarde. Beijos!