terça-feira, 25 de outubro de 2011

78kg de pura felicidade

Estou pensando em deletar o blog. Comecei assim, curta e grossa, porque não há maneira melhor de dar uma notícia como essa. Além disso, creio que ninguém irá se importar muito com a ausência deste humilde espaço. Na verdade, o fato de eu avisar minhas pretensões de deletar o blog serve mais para mim, afim de que eu perceba que mais um ciclo da minha vida chegou ao fim, do que pra vocês, leitores esporádicos.
A verdade é que talvez eu nunca chegue a ser o que gostaria. Não sei, talvez pesar 50 quilos não seja o meu destino. Essa é a única explicação. Não importa o que eu faço, eu sempre recaio nos mesmos erros. É, a culpa é totalmente minha. Não vou jogar minha culpa em cima de ninguém. Eu é que sou fraca e acabo desistindo no meio do caminho porque me é conveniente, ou porque eu sempre posso começar de novo amanhã.
O fato é que, nesse meio tempo todo em que eu esperava chegar aos 50 quilos, a minha vida passava. Eu conheci pessoas, me apaixonei, me formei, perdi meu pai, passei em concursos, comecei a trabalhar, comprei minha casa, casei. Ou seja, enquanto esperava, eu vivi. Não deixei de conquistar nada porque não pesava 50 quilos, não deixei de receber elogios, não deixei de amar e ser amada. Na verdade, era algo que só eu buscava, para minha própria satisfação. 
O blog me ajudou de muitas formas. Fez com que eu encontrasse muitas pessoas com problemas e interesses iguais aos meus. Mas não foi bem o que eu esperava. Afinal, foram várias tentativas frustradas de postar pesagens, alimentação do dia, que desandavam uma hora ou outra e eu tinha que recomeçar, morrendo de vergonha de dizer que tinha fracassado.
Mas agora, meu momento é outro. Estou me sentindo bem comigo mesma, do alto de meus 78 quilos recém recuperados. Graças a Deus, tenho muitos amigos e muita gente me ama, por isso estou sempre sendo convidada para casamentos, aniversários, confraternizações, happy hours. E eu decidi que não vou mais me isolar do mundo pra emagrecer. Não adianta eu ficar sozinha em casa contando minhas costelas. Quero mais é viver, sair, conhecer gente nova, dançar, me divertir.Se eu emagrecer, ótimo. Se não, paciência. A partir de hoje, meu peso não me controla mais. Nem muito menos eu o controlarei. Vamos viver em paz um com o outro, como um casal que está separado mas vive junto por causa dos filhos. A gente não precisa se amar, mas deve se respeitar. E eu confesso que não amo, mas aprendi a respeitar quem sou hoje.

É isso. Até a próxima. Ou não.

6 comentários:

  1. ah minha amiga, entendo vc e tb acho q esse meu ciclo ta se acabando, o blog me ajudou mas hj já não encontro o mesmo tempo e a mesma vontade de estar aki, se fizer msm isso, saiba q espero mantermos contato pelo face ou email quem sabe, bons amigos sempre é bom manter
    abraço menina querida

    ResponderExcluir
  2. Ive,

    parabéns pelo texto.

    O grande lance é não perder o controle demais. Mantenha-se com saúde.

    Beijos:

    Dennis

    ResponderExcluir
  3. Oi Ive,

    Nossa, deletar o blog é uma atitude bem extrema.

    Concordo plenamente que não devemos deixar que o peso, a dieta ou qualquer outra coisa comandem nossas vidas. Devemos viver sim e aprender a conviver com quem realmente somos.

    Se pra eu emagrecer eu tiver que me isolar do mundo eu tb desistiria de tentar. Mas sinceramente eu acho super possivel emagrecer e continuar convivendo e vivendo o que a vida tem pra nos oferecer. Eu emagreci 19kg sem dizer não uma unica vez para os eventos e a minha vida social, apenar aprendi a me comportar nesses ambientes. Comendo de tudo, porém moderadamente e de vez em quando me autorizando a enfiar os 2 pés na jaca. Mas cada um é cada um e eu não estou aqui pra dizer o que vc deve ou não fazer.

    Se vc está feliz como está! Parabéns, vc chegou no seu peso ideal. Por que pra mim, o peso ideal é aquele em que a gente se sente bem e se estamos saudáveis o que mais a gente precisa?! O importante é estar feliz!
    Mas como vc mesma comparou, pra mim não vale a pena insistir em um casamento sem amor por causa dos filhos, pq esses crescem e vão viver as próprias vidas e nós vamos ter perdido um tempo precioso em que poderiamos ter sido felizes, pensando na felicidade dos outros.

    Não precisamos do blog pra emagrecer, ele é apenas uma ferramenta de apoio. Mas aqui tem várias histórias, momentos da sua vida estão registrados aqui. São memórias! Eu acho que nunca deletaria o meu, ele está abandonado. Mas sempre dou uma olhada no histórico, revejo os comentários antigos e isso me renova.

    Torço pra que seja muito feliz!!

    Beijo Grande

    ResponderExcluir
  4. Iveeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee

    NÃO DELETA O BLOG NAUMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM

    VOU MORRER DE XAUDADESSS

    PENSA BEMMMMMM AMO SEUS TEXTOS BJBJBJ

    ResponderExcluir
  5. Oi, amiga!!!!
    Sei que o blog toma tempo, sei que cansa ficar tentando chegar no peso, sei que não devemos parar de viver para emagrecer...
    Mas também sei que o melhor caminho é o meio termo.
    No meu caso, estou tentando viver um dia de cada vez, pois cheguei a conclusão que todo o meu emagrecimento depende de outras questões pessoais (descobri na terapia).
    Em alguns casos, o emagrecimento acaba sendo uma desculpa para não tomarmos algumas decisões...
    Eu também não tenho sido tão assídua ao blog como eu gostaria, mas ele fica aqui, como refúgio para eu me expressar e como disse muito vbem a Érika, como memória de td que tenho vivido!
    Mas a decisão é sua!
    Continuo aqui na torcida para que vc continue sendo muito feliz!
    Bjos, Fran.

    ResponderExcluir
  6. Seu blog é excelente! Pode ter certeza que ajuda muito ler as informações que você passa. Tomara que não exclua. Grande Beijo!

    ResponderExcluir

Comenta aí!