terça-feira, 22 de novembro de 2011

Linolen - respostas às dúvidas

Assim que terminei de postar o texto anterior sobre o Linolen, choveram perguntas na minha caixa de entrada. Resolvi entrar em contato com o SAC da Nutrilatina, que me mandou a seguinte resposta:

LINOLEN não possui contraindicação ou efeitos colaterais, porém o uso durante a gestação deve ser administrado sob orientação de médico e/ou nutricionista.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) preconiza que até o sexto mês de lactação mulheres que amamentam não façam uso de dietas ou suplementos para redução de gordura corporal. Após este período, não há contra-indicação.

O uso de suplementos alimentares é indicado a partir dos 18 anos. 

Quaisquer dúvidas, conte sempre conosco para prestar esclarecimentos. Para tanto, oferecemos o Departamento de Atendimento ao Consumidor que encontra-se a sua inteira disposição, por e-mail consumidor@nutrilatina.com.br, por carta ou ainda pelo Serviço NUTRILATINA ATENDE - 0800 - 41-2423 com ligação gratuita para todo o território nacional.

SAC DA NUTRILATINA.

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Novidades - Linolen, Bye Bye Celulite

Essa semana foi bem difícil pra mim. Tive altos e baixos na dieta, começando na segunda feira à noite, em que fui a um churrasco e comi (e bebi) tudo o que tinha direito. Na terça feira, feriado, também não me segurei, e a comilança continuou até a quarta. Estou sem trabalhar direito esses dias, pois machuquei minha coluna e senti muitas dores, por isso também não me exercitei. Mas estou aqui, sempre me levantando depois das quedas. Ontem mesmo, na quinta feira, recomecei a tomar o Linolen, depois de ler uma matéria sobre ele na revista Nova deste mês de novembro. Olha só o que a reportagem dizia:
                                                 
Sem barriga tomando óleo de cártamo

Estudo recente da Universidade Tuiuti, no Paraná, concluiu que o consumo de seis cápsulas por dia de Linolen, que contém óleo de cártamo, durante quatro meses, reduz a gordura corporal e a circunferência abdominal. Segundo Daniella Tolari, nutricionista da Nutrilatina, fabricante do produto, os nutrientes das cápsulas agem diretamente no metabolismo do emagrecimento, graças à presença de ômegas da planta asiática Carthamus trinctoruis. A novidade fica por conta das Lipocaps, com dupla ação metabólica: uma potencializa a oxidação de lipídios e a outra libera gradualmente seus nutrientes, "Assim, estimula o gasto energético por tempo prolongado". Outra opção são as cápsulas gelatinosas bioativas DuoCártamo, da Sanavita. "Associamos o óleo de cártamo purificado à vitamina E, que aumenta seu potencial oxidante", diz Andrea Dario Frias, coordenadora do centro de pesquisa da marca. 

Relato de uma leitora que testou: " Tomei Linolen por três meses e gostei bastante do resultado. Perdi cerca de 4 centímetros de cintura e 2 quilos de gordura. Isso sem fazer atividade aeróbica, que ainda poderia potencializar a perda de peso. O que achei ótimo é que as cápsulas ajudaram na redução de gordura abdominal." Júlia Loyola, 36 anos, empresária, SP (Trecho retirado da revista Nova, novembro de 2011, pág 144).

Ao ler a matéria, lembrei imediatamente que eu já havia tomado o Linolen há um tempo atrás e já tinha escrito alguma coisa sobre ele (para ler minha primeira postagem sobre o Linolen, clique aqui) mas não obtive muito resultado, por minha própria culpa. Sou péssima para lembrar de tomar remédios, sempre esquecia de tomá-los, às vezes passava dias sem tomar. Então, acabei desistindo. Dessa vez, resolvi fazer diferente. Vou testar o produto direitinho, sem esquecer de tomar e, mês a mês, passo por aqui para comentar - e mostrar - os resultados.
Outro produto que eu também já usei e resolvi dar uma outra chance é o Bye Bye Celulite, da Nivea, dessa vez  também usando direitinho, duas vezes por semana. Vamos ver no que dá. O que percebi é que realmente preciso de ajuda. Só com minha força de vontade não tá dando não. Ah, não esqueçam de me cobrar os resultados, ok???


segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Imagens valem mais que mil palavras

Assim sendo, aqui vão elas:


 Na primeira foto, no início desse ano; na segunda foto, semana passada.
Tudo para me motivar nessa segunda feira. Boa semana!!!

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Teimoso ou persistente?

Hoje me veio a cabeça o seguinte questionamento: qual a diferença entre persistir e teimar? Para mim, a linha que diferencia essas duas palavrinhas é muito tênue. Se formos ao dicionário, encontraremos que persistir significa perseverar, ser constante, perdurar, enquanto teimar seria insistir, obstinar-se, pretender com insistência. Gramaticalmente, são palavras sinônimas, mas porque uma é encarada como uma coisa ruim e a outra, como uma qualidade? Uma pessoa teimosa é sempre chata, inconveniente, que não sabe a hora de desistir; já a persistente é obstinada, alguém que não descansa até conseguir o que quer.
Foi aí que eu me perguntei - estou sendo persistente ou teimosa? Ou seja, estou dando tudo de mim naquilo que busco ou dando murro em ponta de faca? Na verdade, não sei. Melhor ainda, alterno momentos entre um e outro. Considero-me persistente quando me levanto depois de sucessivos fracassos, quando continuo minha busca mesmo se meu corpo e minha mente peçam para desistir; mas sou teimosa quando não escuto segundas opiniões, quando deixo as coisas para depois sempre achando que poderei recomeçar sempre que quiser. É muito difícil ser sempre persistente sem ataques de teimosia. Mas a gente vai tentando. Afinal, só os teimosos não admitem seus erros - os persistentes não só os assumem, como os corrigem e seguem em frente de cabeça erguida. Sempre.

E você? Está sendo teimoso ou persistente?

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Vocês perguntam, eu respondo

Olá! Olha a pessoa aqui de volta. Acontece que eu resolvi não só não excluir meu blog como continuar postando. São muitos os motivos. Percebi que muita gente, mais até do que eu imaginava, gosta e se identifica com o que escrevo. Tenho muitos leitores assíduos que não gostam de comentar, mas que me pediram muito para que eu não deletasse o blog. Além disso, descobri que algumas pessoas muito queridas passam aqui de vez em quando - meu irmão Dennis, minha querida Letícia Félix (um verdadeiro exemplo, viu? A mulher tem duas filhas e um corpão arrasa-quarteirão), Mara Cristina, Laura, Érika, Francielle, Akasha, Anna... obrigada pelas palavras de incentivo, viu pessoal?
Mas... o motivo desse post é verdadeiramente outro. Quando anunciei, no post anterior, que iria deletar o blog, recebi uma enxurrada de perguntas, nos comentários, no facebook, no orkut. De início, me assustei com a quantidade de gente curiosa sobre a minha vida ou, pior, isso se não for uma única pessoa meio louca, já que no blog as perguntas são sempre anônimas. Resolvi selecionar algumas para respondê-las aqui, pois não há como responder todas, o post ficaria enorme. Vamos lá?

1. "Quem quer deletar não anuncia, viu? Tá procurando ibope é queridinha?"
Resposta - E quem não gosta, não lê nem muito menos comenta. Bye.

2. (No post O jeito é dar uma fugidinha...) "uma pergunta: esse moço é seu esposo? pq não emagreces também??? não sei se vc me entende. é contraditório uma moça escrever sobre emagrecimento e não isso não ser extensivo à família. eu pesava tenho 1,68 de altura e cheguei a pesar 90 quilos. depois do falecimento do meu namorado, emagreci 35 quilos e hoje sou extremamente feliz com o meu corpo. sucesso na dieta".
Resposta - Primeiramente, parabéns por ter conseguido perder tanto peso. 35 quilos a menos realmente é uma vitória e tanto. Mas, respondendo a sua pergunta, são vários os posts em que falo de minhas tentativas frustradas de fazer com que meu marido emagreça junto comigo. E entendo seu ponto de vista, embora não concorde com ele - meu blog é sobre mim e meu processo de perda de peso,  não da minha família. Não é porque eu resolvi escrever um blog sobre dietas que vou colocar a família inteira nesse processo. Até porque a decisão de emagrecer é muito pessoal. Você deve saber muito bem que só dá certo quando nós mesmos tomamos essa decisão, sem pessoas nos pressionando. E, quando meu marido tomar essa decisão, eu estarei ao lado dele, como sempre.

3. (No post Pernas, pra que te quero?) "Sinto falta de algumas coisas do passado. Principalmente da minha infância. De quando eu achava que o mundo era habitado por pessoas honestas... Bom, já fui fofinha. Atualmente estou no meu peso ideal. O interessante que a perca de peso veio após uma grande decepção amorosa. Nesses momentos o seguinte ditado vem a mente: O mal precede o bem. Hoje, estou realizada com o meu corpo, com a minha profissão e principalmente, com a minha vida amorosa. Agradeço as pessoas pela decepção do passado, pois elas me fizeram enxergar que Deus tem um PLANO na vida de cada um de nós. A notícia que tenho é que essas pessoas não são felizes... paciência! O mundo dá voltas!!!!! Bom blog".
Foi mal pelo meu comentário anterior, Marinna! :)