sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Mente vazia...


É engraçado. Você perde peso. Dá um duro danado para perder peso. Come pouco, acorda de madrugada para malhar, gasta dinheiro em suplementos, massagens, personais e etc e tal. Aí, passado alguns meses,  você fica feliz. Percebe que finalmente seus esforços e investimentos estão valendo a pena. Tá, você sabe que ainda não chegou lá, que ainda está no caminho. No caminho certo, mas ainda no caminho. Algumas pessoas lhe felicitam, compartilham da sua alegria, lhe dão força para continuar. Mas a pergunta que não quer calar é: qual o motivo de existirem pessoas que sempre acham que você em algum ponto vai desistir, fracassar? Porque as pessoas simplesmente não podem ficar felizes com seu progresso? E porque, na grande maioria das vezes, essas pessoas fazem parte da sua própria família?
De uns tempos pra cá, estou ouvindo muitas pérolas. Entre elas, "Você emagreceu? Quanto? Nem percebi" ou "Ah, é que ela toma shake, quando parar ela engorda tudo de novo", e tem também aquela "essa já é a décima vez que ela emagrece, vamos ver se dessa vez vai" e a minha preferida: "Emagrecer é fácil, quero ver é manter".
Emagrecer é fácil? Pra quem? Desinchar é fácil, amor. Ficar com o corpo legal leva tempo, paciência e muita força de vontade. Então, vamos dar uma controlada nas línguas, né? Se não formos capazes de atingir as nossas metas, que possamos ser seres humanos melhores para aplaudir aqueles que tentam. E tentar todo mundo pode. Garanto que lhe fará mais bem malhar o corpo que malhar a língua. 

#fica a dica.

Curta a página do Vivendo e Emagrecendo no Facebook!

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Novo início


Olá, pessoas!!! Sei que estou com uma dívida enorme com vocês, queridos leitores. Andei distante, sem tempo de atualizar o blog e até mesmo de moderar os comentários que andei recebendo. Hoje mesmo estou postando e respondendo todos.
 A boa notícia, como vocês podem ver na foto acima, é que estive longe do blog, mas não me afastei da dieta e da malhação. Estou treinando pesado, com o auxílio de uma personal trainer maravilhosa, tomando alguns suplementos (nada de bomba, viu? Apenas BCAA e Whey Protein pós-treino) e me alimentando direitinho, de três em três horas. Não está saindo nada barato, mas esse ano resolvi investir em mim. Também não digo que fui impecável durante todo o ano. Durante as festas de Natal e Reveillón foi tudo muito difícil, e eu andei comendo um pouco mais do que deveria, mas logo voltei à minha rotina. Infelizmente, já iniciei o ano com uma conjuntivite daquelas, e não estou podendo ir treinar por esses dias, mas não fiquei parada. Coloquei pra funcionar meu elíptico que estava parado há um tempinho. 
Ainda não estou no meu peso ideal. Longe disso - tenho 18 quilos a perder, e quero eliminá-los até o final do ano. Já perdi mais de treze quilos, e graças a Deus o meu IMC não está mais acusando sobrepeso, diminuí consideravelmente meu colesterol ruim e meu preparo físico está ótimo. Minhas medidas diminuíram consideravelmente, principalmente cintura e quadril. Estou feliz com o que eu conquistei, mas meu projeto para 2013 está ainda mais ambicioso. Eis a minha lista de metas:

1. Perder mais 18 kg até o final do ano; (uma média de 1,5kg por mês, acho que não será tão difícil)
2. Não faltar aos treinos, salvo motivos de força maior; (já comecei o ano com um motivo de força maior, mas nada de desanimar por isso)
3. Abandonar de vez frituras, doces, refrigerantes e bebidas alcoólicas; (o refrigerante e o álcool eu já abandonei faz muito tempo. Difícil mesmo é abandonar o maldito chocolate, mas esse ano eu chego lá!)
4. Não fugir da dieta nos fins de semana e comer com moderação nas datas e eventos especiais (talvez a meta mais difícil, embora não seja impossível!)
5. Voltar a usar manequim 38. (Tá, o 40 já estava bom).

No mais, prometo atualizar o blog com mais frequência esse ano. Não deixem de comentar, perguntar, criticar, elogiar... enfim, não me abandonem, tá? Beijos e um feliz 2013 a todos!!!